• Canil Best Border Collie

Macho ou Fêmea?

Depois de escolher o Border Collie como a raça de cachorro mais combina com você, brota a dúvida: macho ou fêmea? Geralmente, há mais procura por filhotes fêmeas do que machos. Mas por quê? Você sabia que quando o intuito é ter um pet, os machos são excelentes companheiros?


O cachorro macho costuma ser mais brincalhão, ativo e amável, além de ter um porte maior do que a fêmea, ficar mais peludo, forte e bonito. O receio é de que eles cresçam e comecem a demarcar território? Fique tranquilo. Se forem castrados antes dos 7 meses, é impossível desenvolver esse hábito.

Quando castrados, os machos podem servir como perfeitos companheiros. Além disso, há quem afirme que até mesmo o processo de adestramento é mais fácil com machos do que com fêmeas. Outra vantagem é que, com o passar dos anos, eles mantêm sua característica dócil e brincalhona com os donos, enquanto as fêmeas tendem a ficar mais reservadas na medida em que vão envelhecendo. Outro ponto é que a castração dos machos é mais barata que a das fêmeas, e a recuperação deles também tende a levar menos tempo.

No entanto, essas são apenas algumas informações para lhe ajudar a escolher qual a melhor opção para você. É importante saber que, além da escolha muitas vezes óbvia e automática pela fêmea, também há sempre a opção do macho, que pode ser uma decisão tão boa quanto.

Ao escolher o seu filhote Border Collie, deixe de dar preferência para cor ou sexo e procure valorizar as qualidades e personalidade do seu pet. Lembre que seu animal permanecerá com você em média por 12 anos. Procure se informar sobre a personalidade e o temperamento esperado para a raça Border Collie, e reflita se esses hábitos combinam com a maneira como você quer viver daquele momento em diante. Essa é uma boa maneira de evitar dores de cabeça desnecessárias e garantir que você seja capaz de fazer uma escolha com responsabilidade.

É imprescindível escolher uma raça que tenha a ver com seu estilo de vida, e você precisa saber se tem condições e disponibilidade para criar aquele cão que dependerá de você. Por mais inteligente que seja a raça (e a Border Collie é considerada a mais inteligente que existe), ainda assim será preciso tomar uma série de precauções e cuidados indispensáveis para a manutenção da saúde do seu cachorro.

E, se a decisão for por procriar, é importante ressaltar que esse ato envolve muita responsabilidade e deve ser executado preferencialmente por criadores profissionais habilitados para tal, caso contrário você estará colocando seu cão em risco. O acasalamento não deve ser estimulado de maneira amadora, os profissionais gabaritados realizam tudo com exames prévios e estudos que determinam qual a melhor combinação possível. É isso que garante a beleza, a saúde e o temperamento da raça. Não pense em ter um filhote de Border Collie para procriar, mas sim para amá-lo e propiciar a ele a melhor experiência que ele merece ao seu lado.

WhatsApp-icone.png